A economia solidária é um espaço de construção conjunta e de vivências de produção, distribuição, poupança, crédito e consumo organizado a partir de valores de solidariedade, cooperação e sustentabilidade. O desenvolvimento sustentável é um dos princípios dessa proposta que busca incentivar relações interpessoais e com o meio ambiente mais equilibradas. Nesses espaços, as mulheres tem a possibilidade de enfrentar a exclusão, o trabalho precarizado, rompendo a lógica da divisão sexual do trabalho.
A partir de experiências concretas iremos refletir sobre as mudanças que esta prática propõe e como ela contribui para emancipação da mulher.
Vagas: 100
Facilitação: Rosilene- articuladora do Banco Comunitário União Sampaio e integrante da União Popular de Mulheres de Campo Limpos e Adjacências
Maria Fernanda Marcelino- Articuladora da AMESOL, (Associação de Mulheres da Economia Solidária de SP), integrante da equipe técnica da Sempreviva Organização Feminista e militante da Marcha Mundial das Mulheres. Formada em História pela UNIFESP
Coordenação: Antônia Benício, Daniele Bispo e Julia Guadagnucci.
Dia: 27 de março de 2017, segunda-feira
Horário: das 14h às 17h
Local: Sede da UMAPAZ – Parque Ibirapuera. Av. Quarto Centenário, 1268.
Pedestres: Portão 7A.
Estacionamento: Portão 7 da Av. República do Líbano (Zona Azul).
Inscrições: aqui https://docs.google.com/…/1FAIpQLSdbu_VIXYjFbxttwN…/viewform

Qualquer alteração na atividade será informada via e-mail aos inscritos.